DIA 25.04

18:00

M. Takara & Carla Boregas + Dimitre Lima


A convite do Festival Música Estranha, o duo Carla Boregas e M.Takara se unem ao artista e programador Dimitre Lima, para juntos abordarem formas de criar interconexões entre suas bagagens artísticas e vocabulários criativos. Coincidentemente (ou não), as pesquisas  individuais dos artistas estão muito ligadas à fuga do espaço urbano e seu alto custo de vida em meio a uma crise nas artes (e no mundo) sem precedentes. Ainda sem formato definido, a ideia é chegar numa obra onde som/ imagem e conceito/ intenção dialoguem naturalmente com questões como controle e descontrole, fase e defasagem, ruído e silêncio, urbano e natureza, movimento e inação.


M. Takara & Carla Boregas
Maurício Takara toca bateria e percussão com as bandas Hurtmold, RAKTA e São Paulo Underground (com o trompetista Rob Mazurek de Chicago). Takara também é muito ativo na cena de improvisação e música experimental de São Paulo. Já tocou com uma grande variedade de músicos como Pharoah Sanders, Damo Suzuki, Yusef Lateef, Joe Lally, Naná Vasconcelos, Prefuse 73, Makoto Kawabata, entre muitos outros. Em seu trabalho solo usa a bateria e a percussão em conexão com sintetizadores e efeitos eletrônicos, explorando o lado mais abstrato e melódico dos ritmos e dos sons percussivos. Carla Boregas é uma artista que trabalha com som explorando sintetizadores analógicos e digitais, baixo elétrico, gravação de campo e sons acústicos com ênfase em textura, repetição e sensorialidade. Criando atmosferas imersivas e também paisagens sonoras expansivas, tanto em seu trabalho solo quanto em colaboração com outros artistas. Ela começou seu caminho autodidata em 2011, quando co-fundou o RAKTA. Desde então, Carla tem sido muito ativa em seus projetos solo e em colaborações que circulam entre os campos da música e arte sonora. Ela também é metade do FRONTE VIOLETA, uma dupla transdisciplinar que investiga o som de forma multissensorial. O espírito colaborativo é um traço da carreira dos dois. Juntos, em 2020, lançaram o disco Linha D’Água, fruto de mais de dois anos de colaborações.  Trabalho no qual exploram um caminho único, com um procedimento bastante interessante. A partir da bateria, Takara dispara melodias e, com o sintetizador, Carla vai esculpindo o som. O mais bonito desse jeito de tocar é gerar um efeito colateral excepcional, que é eliminar o caráter mais egóico da improvisação livre. O resultado é um som realmente colaborativo, duas vozes que se complementam, que se respeitam, deixando as ideias fluírem. 


https://mtakaracarlaboregas.bandcamp.com/releases 
https://www.instagram.com/carlaboregas/
https://www.instagram.com/mtakarara/
https://open.spotify.com/artist/2sf8Gf9PIKaB36Absa1OBu?si=kheE90OBTmORv9wHGgXYdw

Dimitre Lima
Artista e programador. Utiliza tecnologia como ferramenta de expansão das possibilidades de expressão artística. Realizou projetos como o Poster Calendário Lunar (2011-2022), A obra VENTOAGUA na Galeria Digital do SESI-SP (2017) e o encerramento dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.


https://www.instagram.com/dimitrelima/
http://dmtr.org

  • instagram
  • TWITTER
  • facebook
  • TWITCH
  • youtube
  • spotify