FOTO MARCUS.jpeg
Intervenção urbana sonora_Promenade_Vira

Foto por: Helena Yoshioka

DIA 24.04

18:00

ASSISTA

Dudu Tsuda e Marcus Bastos- 'Silêncios' 

'Silêncios' é uma intervenção urbana que discute o tema da morte e da midiatização da mortalidade a partir do conceito cageano de silêncio e do termo cultural japonês Ma. Em 'Silêncios', quatro gongos serão colocados no espaço público (um em cada região de São Paulo, Zona Norte, Zona Sul, Zona Leste, Zona Oeste), e serão filmados e transmitidos online numa cadeia de retransmissões via streaming, em que cada sinal torna-se entrada do seguinte. A obra explora os resultados (atrasos e erros de transmissão) resultantes deste processo, incorporando todo o seu entorno e todas as alterações qualitativas das imagens que não controlamos. 

Dudu Tsuda
Dudu Tsuda é artista multimídia, artista sonoro, músico, compositor, performer, produtor musical e professor do curso de pós-graduação em Música e Imagem da Faculdade Santa Marcelina. Fundador e diretor do selo de música experimental e arte sonora ALEA experimental. Doutorando pelo programa de Artes Visuais do Instituto de Artes da UNESP-SP (bolsista CAPES). Mestre pelo programa Tecnologias da Inteligência e Design Digital PUC-SP (bolsista CAPES). Graduado em Comunicação em Multimeios PUC-SP. Realizou programas de residência artística, exposições, intervenções urbanas, performances e concertos em diferentes países como França, Japão, Colômbia, Bolívia, Espanha, Alemanha e Brasil, em instituições como  a 7ª. Bienal do Mercosul (Porto Alegre/Brasil), IX Biennal Siart of La Paz 2016 (La Paz/Bolívia), Centre Georges Pompidou (Paris/França), Cité Internationale des Arts de Paris (Paris/ França), L’institut Français (Tokyo/Japan), Tokyo Wonder Site / TOKAS (Tokyo/Japan), Museu de Arte Moderna de São Paulo (São Paulo/Brasil), Ville de Paris / Institut Français Résidences aux Recollets (Paris / França), ECCO :: Museo de Arte Contemporaneo (Cadiz / Espanha), Die Fäberei Showcase Dyeing / Schaufenster der Fäberei (Munique / Alemanha), Einstein Kultur Musik Theatre (Munique/Alemanha), Festival de la Imagen de Manizales (Manizales/Colombia), Itaú Cultural (São Paulo/Brasil), SESC São Paulo (São Paulo/Brasil), Paço das Artes (São Paulo / Brasil). Foi contemplado por diferentes prêmios no Brasil e no Japão pela realização de seus trabalhos e por colaborações com dança contemporânea e cinema, dentre eles ‘Melhor Trilha Sonora Original’ no 49o. Festival Internacional de Cinema de Brasília em 2016 e o ‘8o. Tokyo Experimental Festival’ – Tokyo Wonder Site / TOKAS em 2013. Integra a cia de dança contemporânea ‘Núcleo Artérias’ (www.nucleoarterias.com) desde 2001, tendo sido contemplado pelos prêmios APCA (2004 e 2008).

Marcus Bastos
Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, onde é professor vinculado ao Departamento de Artes, desde 2003, e ao programa de pós-graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital, desde 2012. Publicou os livros Audiovisual ao Vivo: tendências e conceitos (com Patricia Moran, Intermeios, 2020, no prelo), Limiares das Redes (Intermeios, 2014) e Cultura da Reciclagem (Noema, 2007, ebook), além de organizar Cinema Apesar da Imagem (com Gabriel Menotti e Patricia Moran, Intermeios 2016) e Mediações, Tecnologia, Espaço Público: panorama crítico da arte em mídias móveis (com Lucas Bambozzi e Rodrigo Minelli, Conrad, 2010).


Lattes http://lattes.cnpq.br/9966205713012870
Orcid https://orcid.org/0000-0001-6786-7993

https://www.instagram.com/dudutsuda/
http://www.dudutsuda.com/
https://www.instagram.com/marcusbastos/

  • instagram
  • TWITTER
  • facebook
  • TWITCH
  • youtube
  • spotify