Roberta Carvalho.jpeg
Ana Garcia 2020 por Hannah Carvalho-4.jp

Foto por: Hannah Carvalho

Mirella e Muep_foto tuca paoli.jpg

Foto por: Tuca Paoli

Chico Dub por Mauricio Valladares.jpg

Foto por: Mauricio Valladares

DIA 25.04

15:00

GARANTA SUA VAGA!

DEBATE

Festivais Online - Como Subverter Formatos

ANA GARCIA

Com formação em comunicação e atuação há mais de quinze anos em produção cultural, a pernambucana Ana Garcia é a organizadora do festival No Ar Coquetel Molotov, que existe desde 2004 no Recife e que já realizou edições online e física nas cidades de São Paulo, Salvador, Belo Jardim e Belo Horizonte. Atua desde 2006 na produção executiva do Festival Virtuosi no Recife e suas ramificações que ocorrem em Garanhuns, Gravatá e Belo Jardim, no interior de Pernambuco. Coordenava semanalmente o projeto Ouvindo e Fazendo Música no MEPE durante 10 anos com apresentações musicais diversas. Entre suas outras realizações estão a produção do

Palco Red Bull durante o SonarSP, o projeto Aurora Eco Fashion e a série de turnês

do projeto Invasão Sueca. Já produziu diversas turnês de artistas estrangeiros como

Ibeyi, Sebastian Tellier, Dinosaur Jr., Teenage Fanclub e brasileiros como Thiago

Pethit, A Banda de Joseph Tourton, Barro e outros. Recebeu o prêmio Empreendedora do Ano pelo Women’s Music Event Awards em 2019. 

https://www.instagram.com/anamolotov/

https://www.instagram.com/noarcm/

https://www.facebook.com/profile.php?id=595758542

 

CHICO DUB

É curador de música do Centro Cultural São Paulo, diretor e curador do Festival Novas Frequências, gestor do Incidências Sonoras - plataforma de música experimental e arte sonora vinculada ao Coincidência, um programa de intercâmbios culturais entre a Suiça e América do Sul desenvolvido pelo instituto suiço Pro Helvetia - e membro do conselho consultivo da SIM (Semana Internacional de Música de São Paulo).

Além do Novas Frequências, já realizou curadorias para: OneBeat Residency (Estados Unidos, 2020-2021), Labverde - Imersão artística na Amazônia (Manaus, 2020), Silo - Arte e Latitude Rural (Rio, 2019), Videoex (Zurich, 2019), ArtSonica Residência Artística (Rio, 2019), Escuchar (Sonidos Visuales) (Buenos Aires, 2018), Red Bull Music Academy SP (2017), Revisitando Smetak (Rio, 2017), MAR - Museu de Arte do Rio de Janeiro (ciclo Margem, 2016), HOBRA - Residência Artística Holanda Brasil (Rio, 2016), Red Bull Music Pulso (SP, 2016), Dia da Música (Rio, 2015), Eletronika (BH, 2013-2015), SESI Cultura Digital (Rio, 2014-2015), World Stages Residency (Theatre Royal Stratford East, London), Cine-Seizure (Arnolfini - Centre for Contemporary Arts, Bristol, 2014), Festival Imersões (Rio, 2014), Sónar São Paulo (2012), além das séries Invasão Paraense e Invasão Baiana para os CCBBs de Brasília, SP e Rio (2012, 2014 e 2015).

Dentre as exposições coletivas de arte sonora que realizou curadoria estão: "Canção Enigmática: relações entre arte e som nas coleções MAM Rio" (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 2019-2020); "Lado B: o disco de vinil na arte contemporânea brasileira" (Sesc Belenzinho, 2019); "Disco é Cultura "(Castelinho do Flamengo, 2017); "Gambiarra Sonora" (Festspielhaus Hellerau, Dresden, Alemanha, 2016).

https://www.instagram.com/chicodub
https://www.facebook.com/chicodub/

https://twitter.com/chicodub

 

MIRELLA BRANDI X MUEP ETMO

Mirella Brandi x Muep Etmo também conhecidos pela sigla MXM, são artistas e curadores envolvidos no incentivo de unir linguagens artísticas para o desenvolvimento de formatos contemporâneos menos reconhecidos. Além de idealizar Mostras e Ocupações, desde 2006 atuam como parceria artística na realização de performances imersivas que exploram a luz e a música como condução narrativa subjetiva.

Em 2020 durante o período de pandemia, idealizam o PINK UMBRELLAS ART RESIDENCY, uma Mostra online que reúne artistas de diversos países para criarem trabalhos inéditos e em novas parcerias.

www.mirellabrandixmuepetmo.com

https://www.instagram.com/mirellabrandixmuepetmo/

https://www.instagram.com/pinkumbrellas.artresidency

 

Roberta Carvalho

Artista visual e multimídia. Desenvolve trabalhos envolvendo o vídeo, a intervenção urbana, a video-projeção, realidades mistas, instalação, audiovisual e projetos interativos. Formada em artes visuais pela Universidade Federal do Pará (UFPA) é atualmente Mestranda em Artes da UNESP (PPGARTES). Foi vencedora do Prêmio FUNARTE Mulheres nas Artes Visuais (2014), Prêmio CCSP de residência Artística (2017), Prêmio

Diário Contemporâneo (2011) e Prêmio FUNARTE Microprojetos da Amazônia Legal (2010). Foi bolsista de pesquisa e criação artística do Instituto de Artes do Pará (2006 e 2015). Dentre as exposições, mostras e festivais que participou, destacam-se: Festival On_OFF 2019 (Itaú Cultural), Ar tRio - Feira Internacional de Arte do Rio de Janeiro (RJ, 2 019), Virada Cultural de São Paulo (2013 , 2016 , 2018 e 2019), Festival de Luzes de São Paulo (SP, 2018), Amazon Connection, Brulexas-Bélgica, 2018, Arte Pará 2015, 2017 e 2019, - 7a Mostra SP de Fotografia, São Paulo (SP, 2017), Amazonian video art – Centre for Contemporary Arts CCA Glasgow, (UK, 2017), Periscópio – Zipper Galeria (São Paulo, 2016), 7a Mostra SP de Fotografia (São Paulo, 2016), Visualismo – Arte, Tecnologia, Cidade (Rio de Janeiro, 2015), SP ARTE/FOTO (2014), Grande Área Funarte (São Paulo 2014), Festival Multiplicidade (2014), Festival Paraty em Foco (Paraty, 2012), Tierra Prometida (Barcelona, 2012), Vivo Art.Mov (Belém, 2011).

Suas obras integram os acervos do Museu de Arte Contemporânea Casa das 11 Janelas (PA), Museu de Arte do Rio (MAR) e Museu da Universidade Federal do Pará.

É idealizadora do Festival Amazônia Mapping (2013 - ) e do Festival M.A.N.A. - festival de Arte e feminismo iniciado em 2017, no Pará.

https://www.instagram.com/robertacarvalhooo/

https://www.robertacarvalho.art.br

  • instagram
  • TWITTER
  • facebook
  • TWITCH
  • youtube
  • spotify