Foto por: Mateo Walschburger

Claudia Curiel.jpeg
WhatsApp Image 2021-04-13 at 21.15.37.jp

DIA 25.04

16:00

GARANTA SUA VAGA!

DEBATE

Curadorias expandidas na America Latina

ANA MARÍA ROMANO G.

Compositora, artista sonora e interdisciplinar colombiana. Seus interesses de investigação situam-se na intersecção entre gênero, sexualidades, som e tecnologia, atravessados pela escuta, a paisagem sonora, o espaço, o corpo, o ruído, a experimentação, o ciberespaço e as dimensões políticas da criação. Em todos os espaços de sua vida, ela considera o trabalho coletivo e colaborativo essencial.

Seus trabalhos foram apresentados e publicados na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia. Recebeu prêmios e distinções dentro e fora da Colômbia. Foi artista residente no Centro Mexicano de Música e Artes Sonoras (CMMAS). Em 2019, foi nomeada para o CLASSICAL NEXT AWARD INNOVATION (Holanda) por ter coordenado o Festival En Tiempo Real dando visibilidade ao trabalho de mulheres artistas. O seu interesse pela investigação levou-a a escrever textos para diversos suportes, bem como à produção de publicações diversas (CDs / Multimédia, revistas, sites). Desenvolveu uma profunda investigação em torno da compositora Jacqueline Nova, pioneira da música eletroacústica na Colômbia. Desenvolve seu trabalho artístico e pedagógico regularmente em eventos dentro e fora da Colômbia. 

Atualmente é professora da Universidade El Bosque. Coordena a Plataforma Feminista En Tiempo Real, da qual fazem parte o Festival En Tiempo Real, a Escuela de Experimentación Sonora En Tiempo Real e uma linha editorial concebida em conjunto com várias plataformas. É co-fundadora e coordenadora das plataformas PAISAJISTAS SONORAS – AMÉRICA LATINA y MICROCIRCUITOS Plataforma Digital Regional e faz parte da Rede de Compositoras Latinoamericanas -redcLa-.

https://www.instagram.com/ana_romano_g/

https://www.youtube.com/watch?v=8n4OyEZuThI

 

Claudia Curiel 

Pesquisadora, editora e gerente cultural mexicana. Estudou História na UNAM e colabora nos mais importantes festivais de música e cinema do México desde 2007. Em 2013 fundou e dirigiu o BESTIA Festival em 5 edições, focado na música experimental. Atualmente é Diretora Adjunta de Programação Musical da UNAM, produtora executiva da Trasfrontera e Cohort do Programa de Líderes Globais 2021.

 

Santiago Gardeazábal

Atualmente baseado em Bogotá, Santiago Gardeazábal é um promotor cultural multifacetado, produtor, gerente, agente e fundador da Nova et Vetera. Ele dedicou vários anos ao estudo da obra do poeta colombiano León de Greiff. É fundador do El Anónimo, um espaço cultural renomado para uma programação aventureira, que produziu mais de 1.500 concertos em 15 anos. Defensor da música colombiana, Gardeazábal iniciou diferentes séries de concertos em prestigiosas salas de seu país.

Desde 2013, sua agência produziu mais de 150 concertos e exposições por ano apresentando pela primeira vez na região artistas como a Maratona Masada de John Zorn, Heiner Goebbels, Jean Luc Guionnet, Quarteto Arditti, Orquestra ICP, Le Balcon, vários conjuntos de música de câmara, solistas e artistas de vanguarda de todo o mundo.

Em maio de 2016 Santiago ganhou o Prêmio de Inovação em segundo lugar: NEXT para programação audaciosa Nova et Vetera. De 2017 a 2019, Nova e Vetera produziram Colombie un Cartel Contemporain, um festival colombiano de música contemporânea em Paris, México e Bogotá.

O trabalho de Gardeazábal tem sido fundamental para fomentar o intercâmbio entre artistas internacionais e colombianos. Foi nomeado diretor de programação do Teatro Pablo Tobón em Medellín e do Teatro Santander em Bucaramanga.

Desde 2019 ele foi nomeado gerente de programas para a Colômbia, Equador e Venezuela pela Fundação Suíça Pro Helvetia. Em 2021, ele está produzindo a estreia mundial da ópera contemporânea Reveló de Marco Suarez-Cifuentes e Nieto, baseada em uma versão livre do Apocalipse de São João com talentos alemães, franceses e colombianos.

https://www.instagram.com/sgardeazabal/

http://novaetvetera.co

Thiago Cury

Art manager, curador e produtor musical, Cury é graduado em composição pela ECA-USP e tem se voltado à música erudita contemporânea, experimental e artes integradas em diversos prismas, desde a promoção de concertos, residências, festivais e gravação de discos, até a publicação e criação musical.  Idealizador, curador e diretor artístico do Festival Música Estranha e do selo ÁguaForte Thiago participa ativamente de simpósios, encontros, festivais e mercados de música internacionais voltados à inovação em música erudita e experimental, desenvolvendo articulações com a cena internacional – é membro do ISCM (International Society for Contemporary Music), da Indieclassical Network e da Latin Recording Academy (Latin Grammy). Atuou como gestor cultural na direção do CEMUS/FUNARTE e como assessor de música da Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura.

  • instagram
  • TWITTER
  • facebook
  • TWITCH
  • youtube
  • spotify